Novo Degase

Notícias

  • Projeto “Gerando um Amanhã Responsável” realiza palestra no Instituto Imaculado Coração de Maria

    29/05/2019

    Por Ascom Degase

    Na última sexta-feira (24/05), a Coordenação de Segurança e Inteligência (CSINT) do Degase esteve no Instituto Imaculado Coração de Maria, em São Cristóvão, levando o projeto “Gerando um Amanhã Responsável”, idealizado pelo Grupamento de Ações Rápidas (G.A.R.) com o objetivo de atuar na prevenção contra a criminalidade, levando a adolescentes uma reflexão sobre autorresponsabilidade, cidadania, respeito e liberdade.

    Convidados pelo professor de percussão do Instituto, Alexandre Mantovani, a equipe formada pelo coordenador da CSINT, Jaime Silva; o diretor da Divisão de Capacitação Prática (Dicap), Alex Alves; e o subdiretor da Dicap, Márcio Leão, apresentaram uma palestra que explicou um pouco sobre o que é o Degase, o conceito de atos infracionais, o papel do Grupamento de Ações Rápidas nas situações de crise e os desdobramentos da privação de liberdade para os jovens que cumprem medidas socioeducativas.  

    O G.A.R, que tem como função atuar no controle e resolução de crises e situações com reféns, criou o projeto com o propósito social e preventivo de apresentar a realidade do Degase e dos jovens que passam pelo Departamento para outros adolescentes de idades semelhantes em escolas e unidades educativas. O coordenador da CSINT, Jaime Silva, contou como foi o início das atividades do projeto:

    - Inauguramos o “Gerando um Amanhã Responsável” no Colégio Ação e Objetivo, em Jacarepaguá, no final de 2018, e foi um sucesso. O colégio indicou o projeto para outras escolas e hoje a demanda está cada vez maior. Os feedbacks que temos recebidos têm nos mostrado que estamos na direção certa – disse o coordenador.

    A palestra, segundo Silva, é estruturada de forma ética e pedagógica, além de fazer uma abordagem com linguagem de fácil compreensão dos jovens. Os palestrantes realizam um bate papo com os meninos e meninas, esclarecendo suas dúvidas, e mostrando exemplos práticos das desvantagens e consequências não só de se envolver em atos ilícitos, mas também de estar acompanhado de quem os pratica.

    - Os adolescentes que ficam internados, além de perder a sua liberdade, perdem o direito de conviver diariamente com seus familiares, que só podem vê-los em horários pré-determinados de visita, eles não podem escolher onde ir, o que comer, o que vestir, tudo isso por causa de uma escolha errada – disse Márcio Leão, durante a palestra, provocando a reflexão dos adolescentes sobre o que está em jogo ao se praticar um ato infracional.

    Participando ativamente da palestra com perguntas, os adolescentes presentes se mostraram interessados e reflexivos com os temas apresentados, alguns trazendo experiências pessoais que já viveram com pessoas próximas. Mas não só as consequências de atos ilícitos foram abordadas, os palestrantes também mostraram quais são as atitudes mais eficazes para se manter longe das falsas promessas oferecidas pela criminalidade: buscar companhias positivas e aprovadas pelos responsáveis, frequentar a escola diariamente, praticar esportes, ter coragem de dizer não às drogas, assumir a responsabilidade por suas escolhas e ter consciência que cada um é responsável pela própria felicidade.

    A diretora do Instituto Imaculado Coração de Maria, Elaine Conceição Alves Coutinho, agradeceu a iniciativa e participação da equipe da CSINT, e se dirigiu aos jovens atendidos pela Instituição:

    - Sejam multiplicadores do que vocês aprenderam aqui hoje, passem adiante as informações e reflexões levantadas nessa palestra – estimulou a diretora.

    O educador Alexandre Mantovani elogiou a abordagem dos agentes do projeto e disse que atendeu perfeitamente às expectativas esperadas quando o convite foi realizado, especialmente de impactar os adolescentes e fazê-los refletir antes de tomar decisões que podem mudar todo o curso de suas vidas.

    - Sem dúvidas iremos conversar com os meninos e meninas que estiveram na palestra hoje para continuar trabalhando o tema e esperamos em breve realizar uma nova apresentação, dessa vez para os responsáveis das crianças e jovens que atendemos – concluiu Alexandre.

    O Instituto Imaculado Coração de Maria é uma rede de educação e assistência social que atende crianças de 6 a 15 anos no contraturno escolar, oferecendo refeições como café da manhã, coleção, almoço, lanche e janta, além de oficinas de cidadania, capoeira, música, atividade corporal e de leitura, atuando na proteção social básica, que é o primeiro nível da assistência social.  

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados