Novo Degase

Notícias

  • Degase participa do VII Fórum do Observatório da Saúde

    17/05/2019

    Por Ascom Degase

    O Degase, por meio do diretor-geral André Monteiro, e da coordenadora de Saúde Integral e Reinserção Social (CSirs), Christiane Zeitoune, participou, nesta quinta-feira (16/05), do VII Fórum do Observatório da Saúde, no Hospital Central do Exército (HCE), em Benfica. O encontro teve como tema “As Condições de Saúde dos Agentes de Segurança Pública” e recebeu como palestrantes e debatedores, além do Degase, a Polícia Civil, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, a Secretaria de Administração Penitenciária e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH).

    Representando a Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SES), o médico Pedro Alves Filho abriu o fórum, abordando a saúde do trabalhador e as instituições de segurança pública. Expôs as práticas nas notificações, acidentes de trabalho e nas informações e no fluxo dos dados. Também discorreu sobre óbitos e estratégias de enfrentamento.  

    Representando a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), o médico
    Claude Jacques Chambriard falou sobre licenças e o controle e acompanhamento da saúde do policial. A seguir, a major e médica da Polícia Militar, Rosana Cardoso, dissertou sobre afastamentos, licenças, doenças e o impacto disso tudo na corporação.
     

    Representando o Degase, a psicóloga Christiane Zeitoune mostrou dados do departamento, as dificuldades do trabalho executado, e apresentou aos presentes o Núcleo de Proteção e Segurança do Trabalhador (Nupst), suas ações e projetos. 

    Em seguida, o capitão do Corpo de Bombeiros, José Carlos Evangelista também dissertou sobre as dificuldades da rotina do trabalho, licenças, a questão física e suas peculiaridades do serviço executado por sua corporação. O inspetor André Caffaro, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e o representante da Secretaria de Desenvolvimento Social de Direitos Humanos (SEDSODH), Sérgio Gasparelli, fecharam as palestras.

    O diretor-geral do Degase, André Monteiro, pediu atenção aos adolescentes infratores e seus servidores, tendo em vista as dificuldades encontradas.

    - Peço que o Degase também seja incluído nesse projeto de assistência e cooperação e, por que não, criarmos um protocolo de cooperação pra nos ajudarmos, já que temos poucos recursos – disse o diretor, acrescentando que o Degase possui técnicos da saúde em seu quadro, porém não tem hospitais próprios.  

    Um debate entre todos os participantes, com o público presente participando com perguntas, encerrou a parte da manhã do fórum.

    Na parte da tarde, A Saúde do Agente de Segurança Pública – embasamento jurídico (Lei 7883 de 2018), foi o tema abordado pela médica Cynthia Maria Simões Lopes, promotora do Ministério Público do Trabalho. Com o tema “Políticas para os Profissionais de Segurança Pública”, o coordenador-geral de políticas para os profissionais de Segurança Pública, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, ligada ao Ministério de Justiça e Segurança Pública, Coronel Allan Fernando Quint, e o médico e conselheiro do Observatório da Saúde, Ângelo de Souza  falaram sobre a autogestão em saúde. 

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados