Novo Degase

Notícias

  • Criaad Campos participa do 7º Encontro de Formação Continuada

    13/03/2019

    Por www.campos.rj.gov.br

     

    Nesta terça-feira (12/03), o Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad Campos), unidade de semiliberdade do Degase, por meio do diretor André Mariano e do coordenador Emerson Souza, participou juntamente com a equipe técnica da Unidade de Acolhimento Institucional Casa do Pequeno Jornaleiro, do 7º Encontro de Formação Continuada promovido bimestralmente pelo equipamento, em Campos dos Goytacazes. A capacitação, que visa ao aprimoramento do trabalho realizado junto aos adolescentes acolhidos, desta vez abordou o tema “Medida Socioeducativa (MSE)”. 

    Os servidores do Degase esclareceram dúvidas dos educadores e auxiliares de educadores sobre Medida Socioeducativa,  as diferenças entre as formas de cumprimento da mesma, e frisaram que a MSE não é uma alternativa de punição ao adolescente pelo ato infracional praticado, mas sim uma forma de afastá-lo do meio que naturalmente o induz ou incentiva a praticar tal feito e, através disso, buscar alternativas para trabalhar questões emocionais, pedagógicas e educacionais que os propiciem fazer novas escolhas. 

    De acordo com a coordenadora do acolhimento, Gerusa Nascimento, o planejamento do trabalho de capacitação é feito com base no Censo SUAS e ainda respeita as demandas trazidas pelos profissionais que atuam diretamente com os adolescentes. 

    - Precisamos cuidar de quem cuida. O dia a dia exige bastante equilíbrio de todos os profissionais. Por isso, buscamos instrumentalizá-los com conhecimento. Agradecemos pelo interesse e empenho de todos. Sabemos que momentos como este trazem um retorno muito positivo e eficaz ao trabalho que aqui realizamos - observou. 

    Já o diretor do Criaad elogiou a iniciativa da Unidade de Acolhimento. 

    – Somos todos integrantes do Sistema de Garantia de Direitos. Nós, que atuamos com adolescentes, vivemos uma realidade delicada. É o conhecimento que vai nos assegurar desenvolver o nosso trabalho da melhor forma e da mais correta. Quero aqui parabenizá-los por esta iniciativa, que não é comum em Campos – disse André. 

    A proposta de Formação Continuada no Acolhimento já discutiu outros temas de extrema relevância para o trabalho como, por exemplo, inclusão produtiva, violação de direitos, dependência química e saúde mental.

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados