Novo Degase

Notícias

  • Divisão de Cultura, Esporte e Lazer promove IV Concurso de Marchinhas de Carnaval

    26/02/2019

    Por Ascom Degase  

    Nesta terça-feira (26/02), no auditório da Escola João Luiz Alves, na Ilha do Governador, a Divisão de Cultura, Esporte e Lazer (Dicel) do Novo Degase realizou a quarta edição do Concurso de Marchinhas promovida pela instituição.

    O diretor da Dicel, Alexander Martins, realizou a abertura do evento agradecendo a presença e colaboração dos parceiros e servidores do Departamento.

    - Sem a equipe da Dicel, os agentes socioeducativos, os professores das escolas estaduais que abraçaram nossa proposta e nossos parcerios, não seria possível realizar mais uma edição do concurso – agradeceu Alexander.

    Logo em seguida, a jornalista Valéria Porto, primeira radialista mulher a transmitir o carnaval da Sapucaí do Rio de Janeiro, fundadora do site Caminhos do Rio e antiga parceira da Dicel, fez uma breve apresentação contando um pouco a história de como surgiram as marchinhas de carnaval.

    As apresentações musicais tiveram início com a apresentação do grupo Rede Carioca Roda de Samba, mais um parceiro da Divisão, que apresentou um repertório de sambas populares antes do início da disputa e durante a reunião dos jurados para realizar a contagem de pontos que elencou os vencedores.

    A composição vencedora foi a “Marchinha do Calor”, criada por adolescentes do Centro de Socioeducação da Ilha do Governador (Cense Ilha), que são alunos do Colégio Estadual Padre Carlos Leôncio da Silva.

    O tema desse ano foi "Mas que calor ÔÔÔÔÔ.... Tá quente, mas tá bom!”, e contou com mais seis marchinhas na disputa, além da vencedora: “O teu cabelo é lindo”, “Allah-la-ô” e “Maria”, compostas por adolescentes da Escola João Luiz Alves (EJLA), e alunos do Colégio Estadual Candêia; “Ai que calor”, do Centro de Socioeducação Dom Bosco e Colégio Estadual Padre Carlos Leôncio da Silva; “Me libera aí”, do Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad) de Niterói; e “Se o calor não passar, olê, olê, olá, quero chuva para refrescar”, do Centro de Socioeducação Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (Cense PACGC), com as meninas alunas do Colégio Estadual Luíza Mahin.

    A professora do Colégio Estadual Candeia, Maria da Conceição Torres, explicou como foi o processo de criação das músicas:

    - Trabalhamos o tema em sala de aula, apresentando marchinhas populares para que os meninos pudessem conhecer o ritmo, a tipologia musical das marchinhas e se inspirar, deixando livre para que eles mesmos pudessem criar as letras – contou a professora.

    Já os adolescentes do Criaad Niterói, além da marchinha inscrita, também mostraram o trabalho que vêm desenvolvendo na oficina de música MasterTronic, promovida pela unidade e pelo Criaad São Gonçalo. Ao final do evento, a oficina foi contemplada com um violão novo para uso dos adolescentes.

    Os três primeiros colocados foram premiados com chinelos Mormaii, já a marchinha vencedora também levou um troféu como forma de reconhecimento. Os segundo e terceiro lugares do concurso ficaram, respectivamente, com as composições “Ai que Calor”, do Cense Dom Bosco; e “Allah-la-ô”, da EJLA. 


    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados