Novo Degase

Notícias

  • Dicel realiza V Intercriaad de Futsal com adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas

    13/12/2018

    Por Ascom Degase

    Aconteceu, nesta quinta-feira (13/12), das 9h às 16h, o V Torneio Intercriaad de Futsal. O evento, organizado pela Divisão de Cultura, Esporte e Lazer do Departamento Geral de Ações Socioeducativas  (Novo Degase), aconteceu na quadra do Esporte Clube Cocotá (ECC), na Ilha do Governador.

    Participaram da fase decisiva as equipes dos Criaads: Penha, Volta Redonda, Barra Mansa, Caxias, Niterói, Macaé e Santa Cruz, todas formadas por adolescentes que cumprem medida socioeducativa de semiliberdade. Pela primeira vez no torneio, uma equipe de unidade de internação entrou na disputa: os jovens do Programa de Abolição da Ideologia Faccional no Sistema Socioeducativo (PAIFSS), do Cense Volta Redonda.

    Este ano, o treinamento teve um diferencial: fruto de uma parceria com o Ministério do Esporte, todos os adolescentes das equipes do campeonato participaram das aulas de futsal do programa Esporte e Cidadania Para Todos, em suas respectivas unidades.

    Ao longo do dia, as equipes disputaram 16 jogos, cada um com duração de 20 minutos, divididos em dois tempos. A final foi entre as equipes de Santa Cruz e o PAIFSS do Cense Volta Redonda. A equipe do Criaad da Zona Oeste foi a vencedora do torneio, e o Criaad Penha ficou com o terceiro lugar. O treinador do time do Criaad Santa Cruz, David de Jesus, comentou sobre o campeonato.

    - Antes de se envolver com o crime, muitos desses meninos já tiveram o sonho de ser jogador de futebol. Poder disputar um campeonato, ganhar um troféu, uma medalha, pra eles, é reviver esse sonho, eles passam a ter um objetivo para se dedicar – pontuou o treinador.

    Já a equipe do Cense Volta Redonda, que conseguiu autorização judicial para disputar pela primeira vez o torneio de futsal com os adolescentes da semiliberdade, também eliminou o campeão do ano passado, que esse ano levou o quarto lugar e o troféu de jogador artilheiro, o Criaad Caxias. O diretor técnico do Cense Volta Redonda, Klain Duarte, comentou sobre como foi chegar até a final e conquistar o segundo lugar.

    - Todo o trabalho que realizamos no programa é baseado em quatro eixos: família e civismo; profissionalização; educação, arte e cultura; e o esporte, que é uma peça fundamental da ressocialização. Nós acreditamos que com essa estrutura é possível desarticular a questão da ideologia faccional e promover, ao mesmo tempo, a ressocialização.

    Além do segundo lugar, a equipe também levou o troféu de melhor goleiro. O treinador do grupo, Thiago Carvalho, complementou frisando a importância de oferecer um leque diverso de atividades aos jovens:

    - Além do que os parceiros disponibilizam, nós intensificamos ao máximo as atividades que eles podem acessar – completou.

    O torneio também teve o apoio do projeto Caminhos do Rio, que realizou o cerimonial de abertura do evento; o Esporte Clube Cocotá, que cedeu o espaço e estacionamento; a revista Base do Pro, realizando a divulgação e cobertura do torneio; o empresário Jimmy Pereira, que apoiou a logística e seu financiamento; a Mormaii, cedendo brindes para os campeões; a Legião da Boa Vontade (LBV), que doou 15 cestas de natal para a equipe vencedora; a academia Delfim, que apoiou a logística; e a equipe da Dicel que levantou os materiais esportivos para o uso nos jogos (chuteiras, camisas, bolas) e a alimentação de todos os participantes.

    - Além da prática esportiva, essa também é uma oportunidade de convivência dos adolescentes com pessoas de fora do sistema, com novos parceiros e com jovens de outras unidades, inclusive aqueles que já aderiram ao programa de abolição da ideologia faccional – ressaltou o diretor da Dicel, Alexander Martins.

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados