Novo Degase

Notícias

  • Oficina Poesia Falada – Versos de Liberdade certifica mais 20 adolescentes

    30/06/2017

    Por Ascom Degase

    A oficina Poesia Falada - Versos de Liberdade, da Casa Poema, e com apoio da Casa Futuro Agora, do Rio Solidário, Cedae e Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro formou mais uma turma nesta manhã de sexta-feira (30/06). Vinte adolescentes, acompanhados dos professores Geovana Pires, Emilene Lima e Nando Rodrigues, dissertaram poemas e receberam seus certificados, no campus da Coordenação de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Cecel), na Ilha do Governador.

    A oficina durou duas semanas, com aulas as segundas, terças e sextas-feiras, num total de 18 horas. Os alunos foram os internos da Escola João Luiz Alves (EJLA), unidade de internação masculina, e do Cense Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (PACGC), de internação feminina. Na formatura desta sexta-feira, foi apresentado um vídeo sobre a oficina em diversas unidades de ressocialização de jovens pelo Brasil.

    Versos de Liberdade tem a participação direta da atriz e poeta Elisa Lucinda, que desde a primeira turma também ensina e incentiva os jovens a lerem, se expressarem etc.. Esta foi a quinta turma no Degase (três na Cecel e duas no Criaad Bangu), além de duas para os servidores.

    A professora e uma das fundadoras da Casa Poema com Elisa Lucinda, Geovana Pires, ressaltou a importância da poesia falada na vida dos adolescentes.

    - A oficina ajuda os jovens a falarem melhor, a se expressarem e, aí, passam a ter mais segurança neles mesmos, se “apoderando” do que falam. Também passam a conhecer outras palavras, poetas, melhorando a expressão corporal e vocal – explica Geovana.

    Representantes do Prêmio Innovare estiveram presentes à formatura. O prêmio tem como objetivo identificar, divulgar e difundir práticas que contribuam para o aprimoramento da Justiça no Brasil. A oficina Versos de Liberdade passou para a segunda fase.

    A Casa Futuro Agora é financiada com recursos oriundos de acordo da Cedae com o Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ), em ação ajuizada pela instituição contra a companhia. 


    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados