Novo Degase

Notícias

  • Orquestra holandesa se apresenta no Novo Degase

    18/10/2016

    Por Ascom

    A orquestra holandesa Ricciotti Ensemble, que está em turnê pelo Brasil neste mês de outubro, tocou nesta segunda-feira (17/10) em três lugares do Novo Degase, na Ilha do Governador: na parte da manhã foram ao auditório da Escola João Luiz Alves, unidade de internação masculina; depois na Direção Geral; e à tarde no Cense Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (PACGC), unidade feminina.

    A Ricciotti Ensemble tem sede em Amsterdã e pode ser descrita como uma  orquestra sinfônica de rua, que tem como característica fazer música em todos os lugares e para todos.  Formada por 42 músicos, o grupo toca com uma formação típica de orquestra sinfônica, entretanto a atuação vai muito além dessa comparação. Tem uma missão artística e social, busca sempre o mais elevado nível que possa alcançar e oferece um repertório único e diversificado que vai do Barroco até os pop hits dos dias atuais, do jazz ao funk brasileiro e o rap.

    Na EJLA tocaram para cerca de 100 adolescentes em duas sessões, que também contou com a presença de servidores. Um jovem interno “regeu” a orquestra em cada apresentação, numa brincadeira de interação feita pelo grupo com os adolescentes. Dois jovens da EJLA que compõem músicas se apresentaram e foram acompanhados pelos músicos. Depois, a orquestra se apresentou na Direção Geral para os servidores do departamento. À tarde, foi a vez das meninas receberem o grupo, que têm entre seus integrantes dois brasileiros fazendo intercâmbio: o paulista André Felipe Lima, que toca violino, e Matheus Batista, que toca viola.

    - É incrível estar tocando aqui para vocês, a orquestra tem esse intuito: de tocar em lugares diferentes e que tradicionalmente não recebem uma orquestra – disse o violinista André Lima.

    A orquestra está no Brasil desde o último dia 13 e já passou pela Feira da Glória e nos próximos dias se apresentará também nos Arcos da Lapa. Depois do Rio, o grupo segue para as cidades de Penedo, Itanhandu e Passa Quatro. Na semana que vem, os músicos viajam para São Paulo. A turnê é acompanhada pela cantora e compositora brasileira Ceumar Coelho, que toca violão e pandeiro.

    Os músicos fazem apresentações musicais em espaços que vão desde hospitais, escolas e universidades a parques, praças, pontos e estações de ônibus, trens, aeroportos e barcas. A orquestra toca para aproximadamente 20 mil pessoas por ano e já viajou para lugares como Bósnia, Alemanha, Marrocos, Polônia, Rússia, Suriname, Suécia e Turquia. Todos os concertos são gratuitos.

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados