Novo Degase

Notícias

  • Exposição de painel de azulejos criado por jovens internos é realizada na Cecel

    27/06/2016

    Por Ascom 

    Nesta segunda-feira (27/06), no campus da Coordenação de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Cecel), foi inaugurado um painel de azulejos produzido pela oficina promovida em parceria com a Inscrire Brasil, organização sem fins lucrativos fundada pela artista plástica Françoise Schein.  Participaram adolescentes da Escola João Luiz Alves (EJLA), unidade de internação masculina, e do Cense Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (PACGC), unidade de internação feminina. 

    O painel, de 700 azulejos, e que tem como tema os direitos humanos, foi feito em serigrafia e pintura e mede cinco metros de largura por três de altura.

    Painéis como esse já foram confeccionados pela organização parceira em estações de metrô em cidades como Paris, Lisboa, Berlim, Barcelona, entre outras. No Brasil, podem ser vistos em São Paulo, e no Rio, na estação Siqueira Campos, na subida do Vidigal e na Praça Mauá. 

    O projeto visa promover a reflexão sobre os direitos humanos e cidadania por meio de intervenções artísticas integradas ao cenário urbano e criadas de forma participativa.

    Estiveram presentes ao evento o diretor geral do Novo Degase, Alexandre Azevedo, o coordenador da Cecel, George Fox, e o diretor da Dicel, Alexander Martins, além de servidores do departamento.

    Responsável pela execução das oficinas, a arquiteta Moema Quintanilha, considerou o trabalho como uma das melhores oficinas já realizadas, pela integração e participação dos jovens.  Foram quatro horas semanais durante um mês, período no qual eles aprenderam não só as técnicas de pintura no azulejo, mas também sobre a História da Arte. 

    - Iniciamos com uma conversa sobre direitos humanos, seguida de outra sobre História da Arte. Queríamos que existisse uma “alfabetização do desenho”. Só depois fomos para o azulejo, na oficina de pintura – disse Moema, ressaltando que as palavras usadas no painel e os desenhos foram de autoria dos próprios jovens.

     

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados