Novo Degase

Notícias

  • Novo Degase e Associação Inscrire Brasil trazem oficina internacional para o Novo Degase

    20/05/2016

    Por Ascom Degase

    Na manhã desta quinta-feira (19/05), o Novo Degase reuniu adolescentes da Escola João Luiz Alves (EJLA), unidade de internação masculina, e do Cense Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (PACGC), unidade de internação feminina, para participarem da apresentação do projeto “O Caminho dos Direitos Humanos”, uma iniciativa da Associação Inscrire Brasil.

    A idealização desse movimento teve início na Europa, com a artista Françoise Schein, e é inspirada na Declaração Universal dos Direitos Humanos. A proposta é refletir sobre esses direitos e inscrevê-los nos muros da cidade, por meio de artes em azulejos que são confeccionados nas oficinas da Inscrire.

    O projeto, que no Brasil já atua com crianças e adolescentes de escolas da rede pública de ensino, irá, pela primeira vez, trabalhar dentro de unidades socioeducativas por meio da parceria com o Centro de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Cecel) do Novo Degase.

    - Essa é uma oficina capaz de impactar os adolescentes por meio da arte. Ela traz uma linguagem simples e eficaz para promover a reflexão e mudanças positivas na vida deles. – apontou Alexander Martins, diretor da Divisão de Cultura, Esporte e Lazer (Dicel) do Novo Degase.         

    Durante o evento de apresentação, os adolescentes receberam um livreto com os 30 direitos fundamentais estabelecidos na Declaração, e até o início do curso, cada um deles poderá escolher um dos artigos para trabalhar durante as aulas. Nas oficinas, eles farão a interpretação do artigo e escolherão como traduzi-lo em forma de arte. As mensagens serão inscritas em um grande painel que será montado no Degase com os azulejos que eles criarem.

    O desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Siro Darlan, esteve presente no evento e falou aos jovens sobre a importância de conhecer e refletir sobre os Direitos Fundamentais da pessoa humana.

    - Esses são direitos de todos nós, que devem ser respeitados. Com as oficinas, vocês poderão traduzi-los a partir do seu ponto de vista e criar, em conjunto, uma obra de arte deixando, permanentemente exposta, a mensagem de todos.. – explicou o desembargador.

    O projeto, que também está presente em Paris, Lisboa, Estocolmo, Berlim, Barcelona e Bruxelas, iniciará suas atividades no Novo Degase, a partir do dia 30 de maio, com as oficinas de azulejo.

    - Participar desse movimento insere cada um de vocês em uma rede internacional. Isso é grandioso. Vocês terão algo em comum, uma conexão com pessoas do outro lado do mundo. – incentivou o diretor da Inscrire Brasil, Philippe Nothomb. 

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados