Novo Degase

Notícias

  • Novo Degase e o Observatório Jovem da UFF realizam o II Seminário Internacional Socioeducativo

    02/12/2014

    Por Ascom

    Profissionais, estudantes e especialistas do setor socioeducativo de vários estados do país participaram, nesta terça-feira (02/12), do primeiro dia do II Seminário Internacional Socioeducativo e V Seminário Estadual Socioeducativo, realizado na unidade de internação e internação provisória João Luiz Alves (auditório João Paulo II), do Departamento Geral de Ações Socioeducativas, na Ilha do Governador. A ação é uma iniciativa do Novo Degase, em parceria com o Observatório Jovem do Rio de Janeiro da Universidade Federal Fluminense.

    Neste ano, o tema dos debates é “Diversidade, Violência e Direitos Humanos”. O encontro visa ampliar a discussão sobre a juventude, sobretudo aquela em privação e restrição de liberdade e em cumprimento de medida socioeducativa, bem como dar visibilidade às diversas questões que atravessam o cotidiano das políticas e instituições responsáveis por esses jovens.

    Durante a abertura do evento na última terça-feira (02/12), o diretor geral do Novo Degase, Alexandre Azevedo, destacou a importância de o seminário estar acontecendo dentro de uma unidade do Novo Degase.

    - É muito significativo podermos realizar um evento como este dentro de uma unidade. Esperamos que todos aproveitem a troca de conhecimentos durante esses dois dias de evento – disse Alexandre Azevedo.

    Após a mesa de abertura, foi realizada a conferência da PHD em Criminologia e membro da Sociedade de Criminologia Americana, Ineke Marshall. A palestrante falou sobre a Pesquisa Internacional sobre Autorrelato da Delinquência, desenvolvida por ela. O trabalho é um estudo colaborativo internacional, que coleta dados sobre a delinquência juvenil e vitimização.  

    Pela segunda vez no Brasil, Ineke Marshall afirmou ter gostado do evento e das questões abordadas pelos participantes.

    - Achei as perguntas do público bastante inteligentes. Esse tema não é muito fácil, pois envolve uma série questões técnicas. Fiquei muito feliz em participar do seminário e espero que todos tenham entendido as explicações sobre a pesquisa – completou a palestrante.

    Na tarde de ontem, também foi realizada a primeira mesa de debates do seminário. O tema “Políticas de privação e restrição de liberdade, Direitos Humanos e Violência” foi abordado pelos seguintes participantes: o subdiretor geral do Novo Degase, Roberto Bassan; a representante da Coordenação do Sistema Nacional Socioeducativo da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Cecília Froemming; o diretor da escola de proximidade da coordenadoria de Polícia Pacificadora, coronel Roberto Viana; e a professora-adjunta da Universidade Católica de Petrópolis, Hilda Bentes. Os participantes debateram

    Houve ainda quatro simpósios, realizados em diferentes locais, com vários temas relacionados à socioeducação.

    O encontro também contou com a presença do juiz titular da Vara da Infância e da Juventude da Capital, Marcius da Costa Ferreira, e do vice-coordenador do Observatório Jovem da Universidade Federal Fluminense, Elionaldo Julião.   

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados