Novo Degase

Notícias

  • Justiça determina suspensão imediata da greve dos servidores do Novo Degase

    02/04/2014

    Nesta terça-feira (01/04), a desembargadora e presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Leila Mariano, concedeu decisão favorável ao Governo do Estado e ao Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Novo Degase) determinando o imediato retorno dos servidores do Degase às suas atividades. O Sindicato dos Servidores do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Sind Degase) será multado em R$ 100 mil, por dia, em caso de descumprimento.

    Também ficou decidido que haverá uma audiência de conciliação entre representantes do Governo e da categoria, na próxima sexta-feira (04/04). De acordo com a decisão, a atividade desempenhada pela categoria é essencial, tendo em vista que sua paralisação afeta o desempenho das ações socioeducativas, além de desestabilizar o sistema aplicado para a proteção destes jovens na medida em que os privam de seus direitos previstos em lei.

    O Novo Degase reitera que os servidores do Degase estão incluídos no aumento salarial que será enviado à Alerj, juntamente com todos os servidores da Educação. Tal informação já havia sido dada ao sindicato.

    Assim, os aumentos e benefícios dados aos servidores da Seeduc serão repassados ao Degase. 

    Quanto ao pleito referente à Progressão Funcional dos Servidores do Degase, o mesmo já foi encaminhado para a Casa Civil. O processo encontrava-se em análise técnica na Subsecretaria de Carreira, Remuneração e Desenvolvimento da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), onde todas as análises técnicas e observações foram aprovadas, resultando em seu encaminhamento à Casa Civil.

    O Degase reafirma, ainda, uma série de ações executadas nos últimos anos, como promover ajuste dos servidores, reformas nas unidades e reforço no quadro de servidores, entre outros.  

    Este ano, a categoria recebeu a concessão do auxílio-alimentação, auxílio-transporte e foram convocados 773 concursados,  em sua maioria agentes socioeducativos.

                           

     

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados