Novo Degase

Notícias

  • Oficina de Produção Textual leva alunos ao Cristo Redentor

    17/03/2014

    Por Ascom


    Passar uma tarde no Cristo Redentor, um dos principais pontos turísticos do Rio, no Dia Nacional da Poesia: eis um programa que qualquer um gostaria de fazer. Essa oportunidade foi dada a três jovens do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Novo Degase).  A visita ao monumento, que aconteceu no dia 14 de março, faz parte das atividades da Oficina de Produção Textual da qual os adolescentes participam.


    Antes de subir aos pés do Cristo Redentor, os alunos assistiram a apresentações musicais e recitações de poesias.Todos estavam ansiosos e muito felizes pela oportunidade de conhecer um dos locais mais visitados do Estado do Rio de Janeiro e  fazer um dos passeios culturais mais desejados pelos turistas.


    “Eu nunca tive a chance de conhecer o Cristo. Está sendo ótimo vir para cá. Só o fato de a gente poder sair um pouco, ver outros lugares e pessoas já é bom demais. E vir para um lugar como este é maravilhoso”, afirmou um dos jovens que participa da Oficina, ministrada  pelo professor Binho Cultura, no Educandário Santo Expedito (ESE) de Bangu.


    Além de conhecer mais as técnicas de escrita e leitura, e de aprender a como se comunicar e se expressar melhor, os alunos terão a possibilidade de escrever uma antologia, que reunirá todos os trabalhos feitos durante o curso. De acordo com Binho, escritor e produtor cultural, a publicação será lançada na próxima edição da Festa Literária da Zona Oeste.


    “Este é um momento muito importante para os jovens, em que eles se sentem valorizados. Através das aulas, tento mostrar para os meninos que qualquer um pode reescrever sua história. A cultura é libertadora. Foram os livros que salvaram minha vida e tenho certeza de que podem salvar a vida desses adolescentes também”, acredita.


    E os resultados já começam a aparecer: o jovem pretende, quando sair do ESE, mudar o rumo da sua vida e trabalhar com cultura. “Sempre gostei de arte. Gosto de escrever, e a oficina tem me ajudado muito. Já compus algumas músicas e quero muito trabalhar nesse ramo”, planeja.


    Também participaram do passeio Gustavo Rodrigues e Leonardo Souza que fazem parte da atual gestão do Educandário Santo Expedito,  ao lado de Cezar Sucupira e Joaquim Silvestre. “Esse programa hoje para nós é muito importante, pois reflete o objetivo do nosso trabalho", comemorou Leonardo. "Temos trabalho para melhorar cada vez mais a situação dos socioeducandos em Bangu e cumprir o nosso papel social, buscando desenvolver ainda mais a integração entre os adolescentes, os agentes e a equipe técnica”, relatou Gustavo.

    Voltar

  • Revista AÚ
Tecnologia: PRODERJ - Todos os direitos reservados